Tainha em Guaratuba
29/04/2013
0 comments
Compartilhe

Tainha em Guaratuba

Muitas pessoas imaginam que a tainha e o parati são capturados somente com tarrafa, rede de espera ou de arrasto. É puro engano. Na região de manguezal do Sítio Descoberto, em Guaratuba, Paraná, no rio Palmital, em Garuva e em outras localidades de Santa Catarina, a pesca desses peixes com vara lisa é bastante praticada e com muito sucesso. 

As pousadas cevam as tainhas em locais calmos e profundos do mangue e levam os pescadores para pescar nos pontos. Os preços variam de R$ 100,00 a R$ 150,00 para grupos de até três pessoas. As pousadas levam os pescadores num barco sem motor rebocado até o pesqueiro e agendam um horário para buscá-los. Segundo os guias, num dia bom é muito comum ter de mais de 100 ações de peixes.

Atualmente, no Paraná e Santa Catarina só é permitido a pratica da pesca da tainha embarcado, pois de barranco é praticamente impossível pela subida da maré. As plataformas de madeira construídas no mangue das regiões não são mais permitidas. A tainha é capturada usando vara lisa de bambu ou telescópica, linha com bóia, chumbo e anzol pequeno e como isca pão, massinha ou carne vermelha (coração, fígado, rim e testículo de boi). Sua pegada é sutil, porém sua força é descomunal, sendo comum quebrar linhas e varas de baixa qualidade. A beliscada e a força da tainha são parecidas com a do manhoso piau-três-pintas, muito comum nas represas do Sudeste, só que a tainha pode ultrapassar os 4 kg. Dá para imaginar o tamanho da força! O peso normalmente capturado varia de 0,5 a 2 kg.

As melhores luas para pescar a tainha são as de minguante e crescente, pois mantém a água mais limpa e com pouca correnteza, ficando a isca maior tempo nos poços cevados. Nos horários de reponto de maré, tanto de enchente quanto de vazante, as tainhas tendem a ficarem mais ativas. Outra informação importante na pescaria é o silêncio no barco, porque o peixe é muito arisco e não tolera barulhos. As tainhas de mangue são ativas o ano todo, porém no inverno aumenta consideravelmente a quantidade de peixes e ações.

As tainhas são encontradas em pequenos a grandes cardumes, costumam nadar na superfície com a nadadeira caudal para fora da água, também são vistas dando saltos fora da água. Os peixes de curso costumam fazer uma migração anual de sul a norte na época no inverno, onde na região Sul do Brasil são capturadas às milhares por pescadores profissionais e artesanais.

Vara Especial:

A vara telescópica que está tendo muito sucesso na pesca de tainha é um modelo reforçado de 4 a 5 metros para tilápia, que é “turbinada”. Ela possui no seu interior uma “mangueirinha” de elástico de 20 cm, onde uma ponta é atada na tampa da vara e a outra numa linha multifilamento e esta num girador. A ponta da vara possui uma espécie de guia linha de metal. O elástico e a linha multifilamento, além de evitar que a vara se quebre, faz o efeito de uma mola, amortecendo na arrancada do peixe. No mercado também possui vara telescópica reforçada própria para a pesca das grandes tainhas.

Material:

Vara telescópica especial para tainha, linha 0,30, anzol chinu 2 ou 3, bóia para tainha e chumbo com peso compatível.

Isca: pão, massinha e carne vermelha (coração, fígado, rim e testículo de boi). 

Serviço:

O Sítio Descoberto, em Guaratuba, Paraná, é um dos locais mais preparados para pesca da tainha, possuindo muitas pousadas, barcos e locais cevados. Para chegar até o local, o acesso é feito pela Rodovia 415 – via Garuva/Guaratuba – percorrendo 19 km até a entrada da Borracharia e Lanchonete do Zé, vire à esquerda numa estrada de saibro cerca de 15 km até o Sítio Descoberto. Muito cuidado com as pedras e buracos da estrada e dias com chuva é bom ter atenção para não encalhar o carro nas áreas com muita lama.

Pousadas com guias de pesca no Sítio Descoberto:

Pesqueiro Descoberto: (41) 9998-4987 com Jorge.
Pesqueiro Descoberto II: (41) 9661-8399 e 9998-3141 com Odair.
Pesqueiro Pousada Descoberto: (41) 8848-7754 e 9677-9677-4149 com Leonel.
Pousada Estaleiro: (47) 9915-8778 com Adilson.

 

baner-kit-tainha-barranco Tainha em Guaratuba

KIT PARA PESCA TAINHA C/ VARA DE MÃO ( TELESCÓPICA )

Trata-se de um kit preparado especialmente para quem pretende iniciar a pesca da tainha ou parati com vara de mão ( telescópica ) .

Este kit é perfeito para ser usado em locais como barrancos , beira de rios , mangues ou estuários com água salobra ( onde ocorre a junção de água salgada com água doce ) .

No vídeo ( acima ) , podemos verificar como é feita a pesca da tainha e do parati com estes equipamentos , sem dúvida um tipo de pescaria muito emocionante , pois quando fisgadas , as tainhas e também os paratis , exercem uma força muito grande para se soltar , chegando a fazer ” cantar ” a linha da vara !

O kit é formado por : 

01Vara Telescópica Bambo 4,5 m fibra de vidro 
01Carretel linha Econylon 0,30 mm 100 metros Mustad 
01Pacote com 10 anzóis Chinú nº 05 ( ideal para tainhas ) 
01Pacote com 20 chumbos do tipo arroz 
03Boias do tipo ” palito ” ( pequena , media e grande ) 
01Samburá para guardar peixes tamanho médio

 

visite-nossa-loja-virtual Tainha em Guaratuba

 

 

—————————————————————————————————————–
—————————————————————————————————————–

kit-tainha-2-300x261 Tainha em Guaratuba

 

KIT PESCA TAINHA C/ VARA TELESCÓPICA E MOLINETE

Trata-se de um kit preparado com a finalidade de pescar a tainha e o parati com vara telescópica e molinete , agora sem a necessidade de pescar dentro d´água ou muito próximo a beira de barranco .

A vantagem de se pescar a tainha e o parati usando a vara e o molinete está no alcance dos arremessos , podendo fazer deixar a isca muito próximo aos grandes cardumes .

Nesta modalidade , podemos pescar de duas maneiras , com boias cevadeiras , usando o pão como atrativo principal para os peixes na flor d´água ou também podemos pescar de fundo , usando o famoso ” chuveirinho ” , só que desta vez a isca a ser usada é a massa preparada em forma de uma ” coxinha ” .

Não podemos deixar de mencionar que o fato de usarmos o molinete , garante uma margem muito menor de perda do peixe em caso de fisgada , pois temos a ajuda da fricção do molinete , que irá contrabalancear o arranque inicial da tainha quando fisgada .

Geralmente , os peixes maiores costumam não se aproximarem das margens devido ao barulho , vale a pena lembrar que a tainha e o parati são peixes curiosos , porém , muito desconfiados ..

Usando a vara com molinete , a intenção é deixarmos as boias mais distantes possíveis das margens , atraindo cardumes de grandes peixes , isto também acontece com a pescaria feita com a massa de fundo .

O kit é formado por : 

01Vara Telescópica Winner 3,00 m fibra de carbono 
01Molinete Royal 200 – 3 rolamentos ( capacidade de linha – 125 m ) 
01Carretel Linha Econylon 0,30 mm – 100 metros 
01Pacote Anzol Chinú nº 05 ( 10 unidades ) 
02 – Boia cevadeira para tainha e parati 
01Chuveirinho nº 08 ( ideal para pesca da tainha de fundo com massa ) 
10giradores nº 9 
01 Samburá para peixes ( tamanho médio com tampa ) 
01Suporte para vara tipo canhão

 

 

visite-nossa-loja-virtual Tainha em Guaratuba

www.pescanapraia.com

Comentários

Ainda não há comentários! Você pode ser o Primero a comentar esse artigo!

Escrever comentário

Seus dados não será publicado! Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa. Os campos obrigatórios marcados como *