Jumping Jig Slow Fall
24/05/2017
2 comments
Compartilhe

Jumping Jig Slow Fall

A isca para profundidades maiores ....

Amigo pescador, iremos falar da isca que veio para revolucionar a pesca de grandes predadores em profundidades acima de 10 metros ! Na modalidade de arremesso, como a maioria já sabe, quando vamos pescar usando o jig slow fall, arremessamos a isca junto às pedras, é nesse lugar que o peixe se alimenta principalmente de mariscos e outros moluscos, mas infelizmente quase sempre nossas iscas agarram nas pedras por utilizarmos iscas com peso que variam de 40 a 50 gramas. Uma isca que pode ser usada sem o mínimo de conhecimento técnico , apenas usando a técnica de " jigar " com ponta de vara ...

Quando falamos em trabalho na hora de se pescar com jig ficamos expostos a muitos questionamentos, pois como sabemos esta modalidade vem crescendo cada dia mais, e assim o próprio pescador vai adquirindo suas técnicas de pesca; posso falar, assim, que pescando embarcado, arremessa-se na espuma e deixa que a isca venha descendo junto com a corrente do mar. ‘Dá resultado?’ Claro que dá. Aí vão questionar,” assim eu perco muito jig”; chegamos aonde eu queria , esse problema foi solucionado quase que 60 % pois estaremos pescando com uma isca bem mais leve e com um formato menos robusto , então a técnica vai de pescador para pescador.

Características Especiais
  • Não requer habilidade para o trabalho da isca
  • Pode ser usada com carretilha ou molinete
  • Use linha multifilamento de até 30 libras
  • Procure sempre variar pesos e cores
  • Atrai grandes exemplares de peixes
  • Seu formato evita enroscos em pedras
  • Acompanham 2 assist hook
  • Olhos Holográficos com maior realismo

Pensando nisso, o jumping jig slow fall veio principalmente para ajudar o amigo que ainda não possui as técnicas necessárias e acaba, a cada arremesso, com a isca presa as pedras. Jumping jig slow fall mais leve pesa 40 gramas e mede apenas 8 cm , além desta vantagem , também podem ser usadas da forma de recolhimento contínuo, pois sua aerodinâmica proporciona um nado errático ao ser recolhida. E você pensa que parou por aí suas vantagens? Ainda tem mais! Por se assemelhar com um peixe, ela tem se mostrado muito eficiente não apenas para o pampo mas paras outras espécies também como anchovas, peixe galo, sargo, robalo , corvina , xaréu , garoupa e outros . E se estamos pescando em dias de grandes marés, pudemos verificar que em locais muitos rasos, como por exemplo, com menos de meio metro de água, naqueles lugares quando a maré volta e a pedra submersa fica exposta, foram muito produtivas, pois mesmo usando o jig slow fall , seu formato proporcionou um nado bem atraente. Portanto , seja ela qual for o tipo de pescaria que for fazer , você não pode deixar de fora de sua caixa de iscas , o famoso jig slow fall , certamente sua pescaria será muito mais produtiva , sem ter grande conhecimento no trabalho de iscas do tipo jumping jig .

Como trabalhar o Jig Slow Fall
  • Deixe a isca tocar ao fundo
  • Dê apenas uma volta no molinete ou carretilha
  • Ao sentir o fundo , inicie o recolhimento
  • Faça isto repetidamente até o peixe atacar
  • Alterne o trabalho com recolhimento e toques
  • Procure sempre alternar os toques
  • Mantenha sempre a fricção regulada

www.pescanapraia.com

Comentários

  1. Juninho Manfrin
    Juninho Manfrin abril 25, 14:48
    Boa tarde, Gostaria de saber se posso esclarecer uma dúvida com vocês. Estou começando a pescar com jig porém não sem quando eu uso o jig com a cabeça para cima e quando uso com a cabeça para baixo. Sei que da para pescar das duas formas porém não sei quando deve usar de uma forma e de outra. Gostaria que me ajudassem a entender melhor. Obrigado!
    • Alexandre Bouças
      Alexandre Bouças Author julho 18, 19:01
      Prezado Juninho , tudo bem ? A maneira correta de se pescar com o jig é sempre usando a cabeça para baixo , alguns jigs quando trabalhados de forma inversa ( cabeça para cima ) , tendem a não oferecer o mesmo resultado de quando trabalhado da forma correta . Isto se deve ao formato , note que alguns jigs são mais pesados na ponta do que outros , o fato da grande maioria oferecerem 2 argolas para uso de suporte hook , o correto sempre é manter a posição original do jig , usando o suporte hook na parte superior e uma garateia pequena na argola inferior ( isto em locais que não ofereçam enrosco ) . Sucesso e boas pescarias !

Escrever comentário

Seus dados não será publicado! Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa. Os campos obrigatórios marcados como *