Iscando o corrupto
27/12/2012
0 comments
Compartilhe

Iscando o corrupto

Corrupto no anzol

Conheça três diferentes formas de iscar uma das mais poderosas iscas de praia

A maioria dos pescadores sabe que o corrupto é uma das melhores iscas que temos para a pesca de praia. Esse curioso crustáceo (Callichirus Minor e Callichirus Major) podem ser encontrados em praias rasas de areias duras e escuras de todo o litoral brasileiro, embora seja difícil encontrá-lo em algumas regiões, mesmo com essas características.
Apesar da grande popularidade, um grande número de pescadores ainda encontra dificuldades para iscá-lo, em parte devido à sua fragilidade; a “geleia” que compõe a porção central do corpo do corrupto rompe-se facilmente. Os praticantes mais experientes da pesca de praia têm maneiras particulares de colocá-lo no anzol. Selecionei três sugestões, adaptadas de amigos pescadores, que apresentarei a seguir.

1) Em forma de “bolsinha”

Utilização: melhor forma de usá-lo morto e desidratado.
Como iscar: posicione o anzol no meio do corrupto e dobre a outra parte. Use fio elástico no meio, de modo que a cauda e a cabeça fiquem livres.

iscando-corrupto-1 Iscando o corrupto

 

2) Inteiro com auxílio de agulha

Utilização: vários pescadores já desenvolveram agulhas específicas para iscar diferentes tipos de iscas, como os amigos e pescadores Antonio Carlos Cravo e o Teruo Hayashi, que confeccionou o modelo mostrado nas fotos.
Como iscar: prenda o nó ou miçanga com um nó na ponta da agulha, e comece a injetar a agulha pela cabeça do corrupto até sair pela cauda. Depois, é só segurar o nó e retirar a agulha, assim o corrupto fica na linha e desce até o anzol. Como é uma forma usada para arremessos curtos, o fio elástico pode ser dispensado.

corruptos Iscando o corrupto

 

3) Inteiro em forma de “costura”

Utilização: usamos quase igual quando iscado com agulhas, são as melhores formas de usá-los ainda vivos.
Como iscar: introduza o anzol no primeiro anel abaixo da ponta da cauda, e siga costurando os demais anéis até chegar à parte da “gelatina”. Então, enrole a própria linha da pernada até espetar o anzol na cabeça do corrupto, usando fio elástico somente na cabeça, próximo à haste do anzol.

corrupto-inteiro Iscando o corrupto

 

Captura e conservação

O melhor período para captura de corrupto é a maré baixa (mínima entre – 0,2 e 0,1 m), com auxílio de uma bomba de sucção confeccionada em PVC (como a mostrada na edição 132). Eles se alojam nos pequenos orifícios que observamos soltarem água na areia.
O pescador deve ficar atento à tábua das marés. Um dos modos mais eficientes para conservação é colocá-los dentro de um recipiente plástico (por exemplo, frascos de maionese) com a própria água do mar e uma porção de sal, que tanto pode ser o refinado quanto o grosso, e lavar ao congelador. Mas lembre-se que o corrupto apresenta melhores resultados quando usado vivo.
Após a captura, use um balde pequeno para guardar os animais, mantendo-os sempre na sombra para não deixar a água esquentar. Troque a água parcialmente uma ou duas vezes, assim os corruptos durarão até o fim da pescaria.

 

 

 

visite-nossa-loja-virtual Iscando o corrupto

 

 

 

 

www.pescanapraia.com

Comentários

Ainda não há comentários! Você pode ser o Primero a comentar esse artigo!

Escrever comentário

Seus dados não será publicado! Seu endereço de email não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceira pessoa. Os campos obrigatórios marcados como *