Iscando o corrupto
27/12/2012
0 comments
Share

Iscando o corrupto

Corrupto no anzol

Conheça três diferentes formas de iscar uma das mais poderosas iscas de praia

A maioria dos pescadores sabe que o corrupto é uma das melhores iscas que temos para a pesca de praia. Esse curioso crustáceo (Callichirus Minor e Callichirus Major) podem ser encontrados em praias rasas de areias duras e escuras de todo o litoral brasileiro, embora seja difícil encontrá-lo em algumas regiões, mesmo com essas características.
Apesar da grande popularidade, um grande número de pescadores ainda encontra dificuldades para iscá-lo, em parte devido à sua fragilidade; a “geleia” que compõe a porção central do corpo do corrupto rompe-se facilmente. Os praticantes mais experientes da pesca de praia têm maneiras particulares de colocá-lo no anzol. Selecionei três sugestões, adaptadas de amigos pescadores, que apresentarei a seguir.

1) Em forma de “bolsinha”

Utilização: melhor forma de usá-lo morto e desidratado.
Como iscar: posicione o anzol no meio do corrupto e dobre a outra parte. Use fio elástico no meio, de modo que a cauda e a cabeça fiquem livres.

iscando-corrupto-1 Iscando o corrupto

 

2) Inteiro com auxílio de agulha

Utilização: vários pescadores já desenvolveram agulhas específicas para iscar diferentes tipos de iscas, como os amigos e pescadores Antonio Carlos Cravo e o Teruo Hayashi, que confeccionou o modelo mostrado nas fotos.
Como iscar: prenda o nó ou miçanga com um nó na ponta da agulha, e comece a injetar a agulha pela cabeça do corrupto até sair pela cauda. Depois, é só segurar o nó e retirar a agulha, assim o corrupto fica na linha e desce até o anzol. Como é uma forma usada para arremessos curtos, o fio elástico pode ser dispensado.

corruptos Iscando o corrupto

 

3) Inteiro em forma de “costura”

Utilização: usamos quase igual quando iscado com agulhas, são as melhores formas de usá-los ainda vivos.
Como iscar: introduza o anzol no primeiro anel abaixo da ponta da cauda, e siga costurando os demais anéis até chegar à parte da “gelatina”. Então, enrole a própria linha da pernada até espetar o anzol na cabeça do corrupto, usando fio elástico somente na cabeça, próximo à haste do anzol.

corrupto-inteiro Iscando o corrupto

 

Captura e conservação

O melhor período para captura de corrupto é a maré baixa (mínima entre – 0,2 e 0,1 m), com auxílio de uma bomba de sucção confeccionada em PVC (como a mostrada na edição 132). Eles se alojam nos pequenos orifícios que observamos soltarem água na areia.
O pescador deve ficar atento à tábua das marés. Um dos modos mais eficientes para conservação é colocá-los dentro de um recipiente plástico (por exemplo, frascos de maionese) com a própria água do mar e uma porção de sal, que tanto pode ser o refinado quanto o grosso, e lavar ao congelador. Mas lembre-se que o corrupto apresenta melhores resultados quando usado vivo.
Após a captura, use um balde pequeno para guardar os animais, mantendo-os sempre na sombra para não deixar a água esquentar. Troque a água parcialmente uma ou duas vezes, assim os corruptos durarão até o fim da pescaria.

 

 

 

visite-nossa-loja-virtual Iscando o corrupto

 

 

 

 

www.pescanapraia.com

Comments

No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write comment